Samambaia tem mais três PECs para população ficar em forma

Cidade já conta com 56 academias de rua. Os novos equipamentos estão nas quadras QR 109, 209 e 303

Samambaia tem mais três PECs para população ficar em forma

A cidade de Samambaia, que possui mais de 200 mil habitantes, vem reforçando seus espaços de esporte e lazer para a comunidade. A novidade é a chegada de três novos Pontos de Encontro Comunitários (PECs). Pelas contas da Administração Regional, agora são 56 equipamentos na região. Um incentivo ao exercício físico, além de um bom lugar para encontros ao ar livre, sem aglomeração.

As quadras QR 109, 209 e 303 tiveram seus PECs instalados pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). É de responsabilidade da companhia a compra, instalação e fiscalização dos pontos. Os locais são indicados pelas administrações regionais, que registram demandas de moradores via ouvidoria.

Além dos dispositivos para exercícios físicos, os locais contam com bancos de cimento e um pergolado. Cada espaço completo custa em média R$ 85 mil, incluindo piso e toda a infraestrutura de instalação das máquinas.

“Não são só aparelhos de ginástica. Temos o serviço de terraplanagem, compactação do solo, concretagem do local. Além da instalação do pergolado e o paisagismo em volta. É todo um conjunto”, conta o chefe da Divisão de Conservação e Reparos (Dicor) da Novacap, Pedro Isaac.  Segundo a Dicor, são cerca de 540 PECs espalhados por todas as regiões administrativas do DF até o momento.

Esporte ao ar livre

Além de um lugar gratuito para colocar a forma física em dia, os PECs foram criados também como um espaço de convivência entre vizinhos. São instalados em locais movimentados, próximo a escolas e à área comercial. Para a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira, cumprem um papel importante nessa época de enfrentamento à covid-19.

“Vivemos um momento em que a prática esportiva se mostrou muito mais essencial. E os espaços ao ar livre são recomendados para que as atividades sejam praticadas com segurança. Os PECs, sem dúvida, trazem qualidade de vida aos moradores”, acredita Giselle.

Segundo o administrador de Samambaia, Gustavo Aires, os pontos são mais frequentados por idosos, mas os adolescentes também buscam se exercitar. “Além desses três novos, estamos renovando pelos menos uns dez. A comunidade fica muito satisfeita”, ressalta.

Aires informa que a administração tem um contrato com a Novacap no valor de R$ 1,2 milhão para investimento em mobiliário urbano. De acordo com ele, já existem projetos para construção de uma ciclovia, recuperação de praças, reforma de quadras poliesportivas e campos de futebol.

Qual é a sua reação?

like
0
dislike
0
love
0
funny
0
angry
0
sad
0
wow
0